sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Poema-Escuridão

Image and video hosting by TinyPic
Escuridão...

A escuridão possui-me...
As trevas do pensamento humano
A escuridão dos seus corações
os subúrbios dos seus desejos...
a mais amarga tristeza de uma lágrima derramada
sobre uma espada cravada em corações inocentes...
Esta dor que dói sem nos apercebermos...
que corrói nossas entranhas....
que magoa...a mais pura sensação de fraqueza...
Presos nos escombros
Prestes a cair no abismo fatal...
A solidão... magoa...
Mata-nos aos poucos com os seus espinhos...
sangue derramado incolor a nossos olhos...
pobre criatura presa nas trevas.
seu sofrer já não mais sentido...
seus gritos mudos...
suas lágrimas secas...
seu olhar vaço...
apenas dor...
apenas alma...
apenas solidão em seu coração!

 Isabel
Image and video hosting by TinyPic

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Poema Gotico de Emily Brontë

 photo b43169f9.gif
Image and video hosting by TinyPic
Eu virei quando conheceres a pior angústia,
encontrando-te sozinho no escuro quarto.
A louca alegria do dia desvaneceu-se
e baniu o sorriso feliz na noite escura e gélida .
Eu virei quando o verdadeiro sentimento do teu coração
reinará por completo, sem nada para o deformar,
e a minha influência, deslizará em ti,
agravando a desolação, gelando a alegria,
levando a tua alma.

Ouve;Aqui agora, aqui
o momento temido por ti;
não sentes lavar a tua alma
numa inundação de sensações estranhas,
sinal de alerta de um maior poder 
que anuncia o meu evento?

Emily Brontë
Image and video hosting by TinyPic