sexta-feira, 5 de agosto de 2016

O Deus do Tempo

 photo f_io4a6860m_89b4931.gif

O Deus do Tempo

Do céu triste chove gostas de solidão ásperas e cortantes
rasgam meu tempo presente e penetram no meu coração
dos meus olhos frementes lágrimas vermelhas e impuras caem
rolam por minha face contaminadas de saudades
de um passado que passou meu futuro sem sentido
traz dor com minhas lembranças que eras perfeito
és agora apenas o imperfeito doloroso que feres meu ser
sem alguém , como alguém ser se alguém não existe mais
talvez tenha existido no passado passageiro das lembranças
que torturam minha alma com saudades que machucam meu coração
há tempos , em novos tempos por tempos atras.

Ignoticos

Sem comentários:

Enviar um comentário