sexta-feira, 18 de março de 2016

Nas Horas de Silencio...Poema

 photo bcx.jpg
Nessa horas de silêncio,
de tristeza e de amor,
Eu gosto de ouvir ao longe,
cheio de mágoa e de dor,
o sino do companaro
que fala tão alto solitário
com esse som mortuário
que nos enche de pavor.

Cassimiro de Abreu

Sem comentários:

Enviar um comentário